Mesmo não tendo músculos nos braços e pernas, jovem de 22 anos dá à luz a bebê saudável!

Ter um bebê não é tarefa fácil. É um trabalho que exige tempo, amor e muitas noites sem dormir.
Para Sheree Psaila (22 anos), cuidar de seu bebê é particularmente difícil, pois ela é incapaz de segurá-lo em seus braços.


“Às vezes ele chora e eu não consigo pegá-lo em meus braços, tenho que esperar pela ajuda de alguém.”
Isso ocorre porque, devido a uma condição genética rara, Sheree não tem tecido muscular nos braços e pernas.
Mas apesar da sua condição, ela deu à luz a um lindo garotinho.

Caters News Agency
Caters News Agency

Sheree passou toda a sua vida desafiando as expectativas, com base em sua condição extremamente rara.

Tendo nascida com congênita rthrogryposis multiplex, o que significa que ela não tem tecido muscular nos braços ou pernas, seus pais foram avisados de que ela não chegaria a completar 1 ano de idade.

Caters News Agency
Caters News Agency

Após 20 cirurgias mal sucedidas, os médicos sugeriram que Sheree devesse utilizar cadeira de rodas e que fosse encaminhada para estudar em uma escola para portadores de necessidades especiais.

Mas ela queria caminhar, e deu seus primeiros passos aos cinco anos.

Caters News Agency
Caters News Agency

Enquanto cursava a faculdade, ela conheceu Chris, que tem uma condição hereditária que afeta a sua parte inferior da coluna. Os dois se casaram março 2015.

Caters News Agency
Caters News Agency

Eles queriam muito ter filhos, em sua primeira tentativa ela sofreu um aborto. Mas eles não desistiram, e finalmente ela conseguiu ter uma gravidez bem-sucedida.

“Os médicos disseram que eu provavelmente não seria capaz de ter filhos”, disse Sheree.

Caters News Agency
Caters News Agency

Apesar de todas a dificuldades, o bebê conseguiu se desenvolver perfeitamente e finalmente ela deu à luz a um lindo garoto!

Caters News Agency
Caters News Agency


Hayden nasceu com 2,5 Kg e completamente saudável.

Caters News Agency
Caters News Agency

Mesmo com todas as dificuldades decorrentes de sua condição, Sheree cuida muito bem de seu bebê, mas precisa ter sempre alguém por perto.

5_caters_sheree_psaila_15-850x478
Caters News Agency

Sheree continua frequentando a faculdade, apesar de ter pouco tempo livre.

7_caters_sheree_psaila_21-850x1599
Caters News Agency

Sheree diz se sentir realizada em ser mãe e levar uma vida normal, apesar de todas a suas deficiências.

Fonte: Little Things

Deixe sua opinião